Ex-alunos


Recados

Mande seu recado para os professores, funcionários, diretores, alunos e ex-alunos do Marília Mattoso.

Olá! Meu nome é Ana Carolina Antunes Generoso e estudei no Marília da (antiga) 1ª série do primeiro grau até o 3º ano pré-vestibular!!! Me formei em 1998 no Marília, entrei na UFF e hoje sou Enfermeira do Hospital Barra D'Or. Tenho muito orgulho de ter ficado 11 anos na escola e sinto muitas saudades daquele tempo... Hoje sinto mais orgulho ainda, uma vez que minha irmã, Ana Gabriela, está fazendo parte do quadro de professores... Obrigada família Mattoso por tudo! Um abraço.

Carol Generoso

Olá a todos e especialmente ao Mestre Reynaldo. Sou Theodoros, o Theo, que cursou desde o jardim (na casa em frente ao Clube Português) até o ensino médio (turma 1992). Lembro até hoje a opção pelo MM: minha mãe me levava ao clube e eu pedia para ir para a escolinha!!! Depois, já no MM, ficávamos sonhando em subir de série em série pois assim íamos para os andares superiores. Bom, me formei em Geografia (1997) pela UFF e fiz Mestrado em Geoquímica (2000). Hoje trabalho e moro em Teresópolis, dando aula de Gestão e Direito Ambiental no UNIFESO e estou como Subsecretário de Planejamento da Prefeitura de Teresópolis. Casado e com três lindas meninas, sinto falta por não ter um Marília Mattoso aqui em Terê. Pude observar que a escola cresceu, não sei onde acharam tanto espaço, mas sem perder o principal: a qualidade. Saudades de muitos professores!!! Abraços a todos!!!

Theo

Que bom ver o lugar onde tive tantas amizades e onde me sentia em casa, um lugar sério, harmonioso e educador. Obrigado grupo de mestres, auxiliares, diretores e inspetores. Muita saudade e muito carinho. Bjs a todos!!!!!

Ewelin Tavares

Viajei muito, mas fui aluna do Colégio Marília Mattoso em dois períodos importantes da minha vida. Não lembro muito dos alunos, eu era tímida e magrela, mas lembro bem dos professores e do ótimo ensino. Sempre amei escola e Marília Mattoso sempre foi minha escola preferida. Terminei a oitava série em 1987 e me mudei pro Rio Grande do Norte. Depois fui para os Estados Unidos seguido por um ano viajando pela Europa, anos morando na Itália e de volta aos Estados Unidos. Fiz duas faculdades nos Estados Unidos com bolsa de estudo completa e sempre me cumprimentavam em como eu sei tanta Matemática, química, biologia, etc. Aprendi tudo muito bem no Marilia. Moro ainda por aqui e se não fosse a distância, mandaria meu filho pro Marília Mattoso. Quanta saudade de tomar Mineirinho e comer misto quente no recreio conversando com Seu Luis. Obrigado. Ola' professor Reynaldo, parabéns pela escola maravilhosa.

Katia Fiorentino

Sem duvida é maravilhoso entrar neste espaço e obter noticias da "familia" Marilia Mattoso. Todos, do querido Reynaldo e todos os outros professores, cumplices e "santos" que nos educaram, guiaram, enfim contribuiram tanto para minha historia pessoal, guardo com muito carinho em meu coraçao. Mesmo se moro em Paris ha 15 anos todos os anos quando regresso a Niteroi dou um jeitinho de rever a turma e que alegria de ver que entre Doutores, PhDs, Policiais, e tantos outros titulos, todos, sem excessao, continuam BOBOS!!Imagine as mesmas brincadeiras os mesmos apelidos, enfim a prova em que quando uma amizade é construida em boas bases ela dura e serve de referencia.. Vindo para esses lados daqui de Paris, entre em contato para tomarmos um bom champagne! Um grande abraço à todos.

Adreana, Bobal para os mais intimos...

Fui um "aprendiz" do Marília Mattoso, o meu período foi desde o maternal até a primeira série em 1994. Posso dizer que foi a melhor escola que estudei e senti uma grande diferença das escolas que estive em São Paulo. Não tem como você não gostar desse lugar. Tive muita sorte em trabalhar com excelentes profissionais e formar uma GRANDE FAMÍLIA, desde os amigos que aí deixei até os nossos grandes mestres. Gostaria de voltar a ser criança e reviver todos os momentos, das aulas, das idas a diretoria, dos bilhetes que recebia no caderno, das brincadeiras e até perdi a conta de todas as vezes que minha mãe ia para diretoria para saber do que se tratava...(risos) E foi muito bom saber que os velhos amigos ainda não esqueceram de mim...Isso não há dinheiro nenhum que compre. Agradeço a toda equipe do Marília por fazer parte dessa história e ter recebido com muito carinho e de braços abertos, estou sem palavras para dizer o que sinto nesse momento. Que Deus continue abençoando o nosso Marília dando a continuidade para educar as nossas crianças que são o futuro do nosso país. Obrigado pelo carinho,

Myrna Lívia

Sou Marcello Moreira Melo e estudei no Marília da 1ª à 8ª série, de 1986 a 1993. Depois fui pro Salesiano e senti a grande diferença de sair de uma classe de 30 alunos, em média, para entrar numa turma, entre 10 por série, de 60 alunos. Tenho amizades cultivadas na segunda casa de cada smurf que permanecem até hoje: Gisella Chinelli, produtora cultural como eu, Raquel Muniz, Joana Rodrigues, Fernanda Elisa, Wagner Pacheco, Gustavo ?Salsicha? Gomes, Leandro Loyola, Rubens Moreira, Marcelo Calado, entre outros que não encontro tanto agora fisicamente, mas que espiritualmente sempre estarão presentes. O mais curioso é que minha namorada, Carolina Fortuna, também foi uma smurfete, embora ela não se lembre de mim por ser 3 anos mais nova. Mas eu nunca vou esquecê-la. Nem do Marília!

Marcello Moreira Melo

Fiquei muito feliz ao ver o site do CMM tão bonito. As fotos me levaram de volta a um tempo muito bom e longo da minha vida. Foram 14 anos estudando aqui! Ainda é mais da metade da minha vida. Por pouco tempo, mas é. Me formei em 1996. E tudo que aprendi, carrego comigo no meu dia-a-dia. Hoje, sou professora de escolas públicas no Rio e em Duque de Caxias e com certeza levo pra minha sala de aula muita coisa que aprendi com os professores do Marília. E graças a Deus, ainda tenho amigos que conheci lá. Além dos colegas que encontro esporadicamente, guardei também amigas queridas: Daniela Cassol, Carla Fernanda, Carolina Suhett e Juliana Galvão. Posso dizer que o colégio me deu mais do que conhecimento, base educacional. Me deu também amigos mais chegados que um irmão e lembranças maravilhosas das quais nunca me canso. Beijos a todos os professores e funcionários! " É na sala de aula que se forma um cidadão, é na sala de aula que se muda uma nação."

Beatriz Rodrigues Bomfim

É com muito orgulho que hoje vejo o sucesso e a importância conquistada pelo CMM. Toda base que tive estudando no Marília me ajudaram e ajudam até hoje. Me formei em Eng. de Telecom e fiz uma Pós em Segurança de Redes. Agora voltei com minha vida acadêmica e estou cursando Eng.Eletrica para Computação. Estude no CMMi de 1984 (1a série) a 1991 (8a série). Depois me mudei para Maricá onde fiquei durante 12 anos. Agora estou de volta (2 anos) a Nikiti. Posso citar alguns nomes de colegas conhecidos como o André Merreca, o André Garcia, Márcio (narigudo onde anda vc?) - esse morava na praia de Itapuca -, Ronaldo Medina, Jordan entre outros. Professores maravilhosos como tias Sandra (Português) tia Mônica (Matemática), tia Udiny (Artes), prof. Walber (Ed. Física), Marcussi (Matemática), Mauro (História)... me desculpem os outros que não citei pq realmente me falha à memória. Afinal já to esbarrando nos 30 e com uma filhona de 11 anos, a Letícia !!! Ah!! Como não lembrar do Souza e do Paulinho os dois do transporte escolar. Atualmente moro em Piratininga e trabalho no Rio ( Oi ). Gostaria muito de ver minha fiilha estudando no Marília, mas a distância daqui de casa atrapalha. Quem sabe um dia... Bom, envio uma foto minha de 1985 e outra de como estou junto com minha filha. Tenho uma da turma 2a C de 1985 que assim que escanear envio para postagem. Pessoal quem se identificar por favor, mandem notícias. Uma grande abraço prof. Reynaldo e a todos que contribuíram durante muitos anos à minha formação.

Sylvio Augusto A. Nogueira

Meu nome é Cristina Mil-Homens, fui aluna do Mattosinho, em frente ao Clube Português de Niteroi, e cursei o "Curso Marilia Mattoso" da alfabetização até à 4ª série, em 1981. Saí no meio do ano (Junho) para vir morar em Portugal, onde moro até hoje. Entrei no orkut e descobri várias comunidades de ex-alunos do MM e fiquei muito feliz,pois tenho uma vontade enorme de saber dos meus colegas de turma. Adoraria fazer parte da seçao de ex-alunos e por isso envio os meus dados: Cristina Valente Mil-Homens, 34 anos, nascida a 27 /11/1971. Sou casada, moro em Portugal, na cidade de Sta. Mª da Feira (Distrito de Aveiro) e tenho 2 filhos (de 5 e 1 anos). Cursei Turismo (administração) e tenho um pequeno hotel ( www.residencialdosloios.com). Tenho uma foto da 3ª serie, com a prof. D. Dalva, de quem me recordo muito bem.Me lembro bem de algumas colegas (Raquel, Patricia, Eriberto, Vanessa, Fernandinha ) e adoraria voltar a ter contato com eles, depois deste 25 anos. Adorei o site ! Parabens !

Cristina Mil-Homens

Gostaria de incluir meu email entre os ex-alunos do Marília Mattoso. Estudei entre 1983 e 85, da sexta à oitava. Fui da turma de Isabela Poli, que, aliás, criou uma comunidade no Orkut para os ex-alunos, da qual participo. Grato

Marlos Mendes

Gostaria de deixar o meu depoimento no quadro de ex alunos e a autorizo a divulgação do meu e-mail. Meu nome é Maria da Conceição Cardoso Panait (na época o sobrenome era Chaves Cardoso) e fui aluna do CMN de 1969 a 1978. Foi nesse inesquecível colégio onde aprendi as primeiras letras com a Tia Celinha, no Livro chamado ANA PAULA, que guardo com carinho até hoje. Já se passaram tantos anos, mas nunca vou me esquecer dos grandes momentos, grandes amizades, grandes valores que ficaram registrados para sempre. Para mim é motivo de orgulho ter estudado nessa instituição de ensino de vanguarda, preocupada não apenas à transmissão do conteúdo didático mas, acima de tudo, a formar cidadãos conscientes. Mesmo numa época complicada, de ditadura política, líamos e discutíamos autores como George Orwell ("A revolução dos Bichos"), apresentamos com o professor De Caz a peça Flicts do Ziraldo, debatíamos e criticávamos textos jornalísticos nas aulas de português com Amália e com Reynaldo, numa disciplina que ele criou, chamada de "Atualidades".O tema Ecologia, hoje tão debatido, mesmo naqueles tempos já nos era familiar nas aulas do professor Abboud. São muitas lembranças, impossíveis de escrever em poucas linhas. Adoraria não perder o contato com amigos dessa época, nos organizando na promoção de novos encontros de turma. Compartilho das palavras já escritas pelo meu irmão Fernando Chaves Cardoso e pelo meu amigo de turma Carlos José Barcelos de Oliveira e deixo aqui o meu sincero agradecimento ao CMN, pela fundamental contribuição na minha formação acadêmica e de vida. Com carinho,

Maria Panait.

Cara diretoria, deixo aqui minhas congratulações pelo rumo tomado pela empresa. (parabéns Cadão pela continuidade) Muito nos orgulha saber que o nosso querido e antigo Curso Marília Mattoso cresceu e firmou-se como uma empresa sólida, assim como foram sólidos os aprendizados que aí tivemos...

Paulo Rubens Nogueira de Abreu

Como é bom relembrar... Gostaria de mandar um abraço a todos os amigos e colegas que conviveram comigo do maternal até o primeiro ano! São tantas lembranças que não dá nem para começar. É gostoso ver como a vida trilha por rumos tão diferentes mas permanece imutável a boa educação conseguida à duras penas e puxões de orelhas pela equipe do MM. Hoje estou morando no Sul de Minas entre cafezais e milharais depois de 10 anos como bailarina conteporânia no Rio. Beijos!!!

Daphne Breyer

Caríssimos, Depois de nove anos que não entrava no Marília Mattoso, estive aí essa semana e veio uma saudade enorme e gostosa dos meus tempos nesse colégio.... Resolvi entrar no site, e que nostalgia....!!!!! Quanta saudade. O Marília Mattoso é uma família, e uma família tão gostosa que deixa sempre saudade e boas recordações. Tanto é que é essa a escola na qual eu mais gostaria de dar aulas, uma vez que me formei em Letras,o que, aliás, foi o motivo de ter ido até o colégio essa semana, levar meu currículo. Sempre disse isso a mim mesma, e a quem quisesse ouvir, que eu poderia dar aulas em mil escolas antes, mas que onde eu queria era o Marília, inclusive, pq quem fez nascer e crescer em mim o desejo de lecionar foi uma professora daí, a Jeanne, a qual é um modelo pra mim, por quem tenho profunda admiração..... O Marília Mattoso fica na gente pra sempre, nos professores por quem guardamos tanto carinho( desde os das séries mais avançadas, Abboud, Jeanne, Valéria, Márcia Nalin, até os do Jardim, Tia Fátima, Tia Eulália...), nos funcionários(Tia Mara, Tio Antônio...) e, principalmente, no que daí levamos, porque o Marília é uma escola diferente: é uma família. E eu digo isso com conhecimento de causa, pq ao sair da escola e ir estudar em outros lugares, nunca consegui estabelecer vínculo parecido com o carinho que há na lembrança do Marília. Como disse, isso se reflete na imensa vontade de aí trabalhar e, também, no forte desejo de poder ter meus futuros filhos desfrutando da mesma escola. Assim, escrevo pra corroborar o que os alunos que deixaram seus recados aqui no site já tanto disseram. O Marília Mattoso é uma escola realmente única e influi pra sempre nos que passaram por ela. No meu caso, ainda mais um pouquinho, já que um dia, nem que a direção não me chame esse ano, nem no ano que vem, um dia, estarei dando minhas aulas ao lado da "culpada" pela profissão que escolhi, que é a pessoa a quem mais admiro no nosso meio; e, além disso, também um dia, meus filhos estarão aí estudando. Quantas saudades gostosas traz esse site! É de dar vontade de chorar!(tantas fotos...) Parabéns a toda a equipe que faz desse colégio uma família que tanta coisa ensina.

Milena Jotha

Oi meu nome é Daniele Soares Tórtora, fui aluna do márília de 1986 à 1997, quer dizer da alfa ao 3º ano. Estou mandando a foto da turam formandos 97, uma maior que a outra, recente para divulgação no espaço dos ex-alunos. Muitas saudades...

Daniele Soares Tórtora

Reynaldo e família, A satisfação e emoção ao deparar com o site e o espaço ex-aluno é indescritível, ainda mais vendo nossa irmã caçula Patrícia nas duas fotos do Jardim Mattosinho "1976/1977". Participamos de quase tudo na nossa época, digo isto porque estudamos os quatro irmãos; Alexandra, eu, Fernando "Coruja" e a Pat... Fizemos os "Encontros" acontecerem... no clube Português...peças de Teatro, sob a direção do De Caz, que teve "O Cavalinho Azul " de Maria Clara Machado e o "Flicts" de Ziraldo... disputando prêmios no Teatro Leopoldo Fróes... Os jogos estudantis, com a "Tia Jane" no Caio Martins, dos torneios internos de Xadrez, disputas de Olimpíadas com o A.C. Chevrand até a perda do saudoso prof de ed. física Collin W Turnbull (março/1982)... As festas ao som dos Beatles, no violão do sobrinho Nélson Rebel, das primeiras viagens ao Paiol...(1976/1977), nossa formatura no Sesc... Nossa turma teve a felicidade de lembrar e agradecer no aniversário de 50 anos da escola... Minha turma conseguiu se reunir por algumas vezes após mais de 20 anos de formada, depois de muito esforço, porém a oportunidade de resgatar os belos momentos passados na escola não tem preço. Obrigado Reynaldo, mais uma vez, pela dedicação de toda equipe de professores durante todos estes anos... Nossa eterna gratidão! Beijos saudosos.

Carlos José Barcellos de Oliveira (Casé).

Adorei conhecer o site do Marília.Fiquei satisfeita em saber que existe um cantinho para os ex-alunos.Sou Isabela Diniz Gonçalves e estou visitando a escola, porque tenho uma filha de 8 anos ,seu nome é Carolina. Gostaria muito que ela estudasse na escola que estudei. Escrevendo esse e-mail ,na minha mente passa um grande filme muito alegre, com muitos amigos que nunca mais encontrei. Um grande abraço.

Isabela Diniz Gonçalves

Que prazer imenso rever, mesmo que virtualmente, e relembrar dos bons e velhos tempos do Marília Mattoso! Estudei da segunda série em 1979, quando minha família mudou para Niterói, até metade da quinta série em 1982, quando saímos de Niterói e fomos para Minas Gerais. Minhas irmãs estudaram também nessa época: Ana Cristina (5ª a 8ª) e Ana Cláudia (3ª a 6ª). Tenho ótimas recordações e Boas amizades que ficaram em Niterói! Fiquei surpreso ao encontrar a comunidade dos amigos do Marília Mattoso no Orkut (http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=182857) e fiquei sabendo do site nos comentários dos fóruns. 23 anos depois estou morando em Ubá MG.

André Gustavo Schlottfeldt Mendes

Olá, estudei ai entre os anos de 1982 e 1985, quando cursei o antigo primário. Foram apenas 4 anos, pouco mais de 10 % da minha vida, mas posso garantir que foram anos inesquecíveis e que serviram como base muito sólida para a minha vida, tanto acadêmica quanto pessoal. Tenho muitas saudades e sempre pensei em rever o pessoal daquela época, tanto os alunos quantos os professores e funcionários, mas achava um sonho inviável. Porém, com o advento da internet e a febre de sites de relacionamentos como o ORKUT e o GAZZAG por exemplo, pude encontrar comunidades do Marília e ter noticias do site do colégio e da seção de Ex-Alunos, que amei !!! Gostaria de incluir o meu nome e e-mail lá e também pedir um favor que acredito, será fácil para vocês atenderem. Será que vocês poderiam me fornecer a listagem dos alunos das turmas nas quais eu estudei, se não me engano, foram todas as turmas 'D', desde a 1a série até a 4a série, de 1982 a 1985. Também gostaria do nome das professoras, se possível. Até agora, pude encontrar apenas 4 amigos através do Orkut, mas com a listagem, certamente ficaria mais fácil, pois de muitos colegas, eu só lembro o primeiro nome. Desde já agradeço e em breve estarei procurando fotos da época nos meus itens 'guardados' para enviar a vocês para que possam disponibilizar no site. Saudações Saudosas.

Michelle de Souza Barbosa

Oi, meu nome é Mariana da Cunha Madruga, tenho 9 anos, estudei no Marilia por apenas 2 anos, 2000 com tia Rita e 2001 com tia Sheila fui alfabetizada antes de completar 6 anos. Fui morar em Rio Grande-RS, e lá entrei direto na segunda série pois já estava alfabetizada. Hoje moro em Florianópolis e estou na 5 série. Não vejo a hora de voltar para Niterói e estudar novamente no Marilia Mattoso. Quero muito reencontrar meus ex-colegas e amigos, espero que isso ocorra em 2006 ou 2007. Digam aos meus amigos que vou voltar... estou ansiosa para isso apesar de também ter ótimos amigos aqui que sentirei saudades. Um beijo a todos....

Mariana da Cunha Madruga

Olá, Meu nome é Andréa da Silva Souza e estudei no Marília da 1ª à 7ª séries. Hoje sou Arquiteta e Urbanista e Sinto muitas saudades do Colégio. P.S.: Sou prima da Rachel da Silva Bueno. Beijos carinhosos à Todos!!

Andréa Souza

Meu nome é Fernando Chaves Cardoso, fui aluno do Curso Marilia Mattoso desde a epoca do "Marilinha" na Av. Hernani Mello e do "Mattosinho" no Rua Lara Vilela e finalmente no "Marilia Mattoso" na Rua José Bonifácio. Isso na decadas de 70 e 80. Que saudade!! Gostaria de inserir meu e-mail no cadastro de ex-alunos para contatos com outros ex-alunos e ex-professores dessa adoravel intituição que ajudou muito a construir meu futuro. Agradecimentos e um forte abraço ao Reynaldo.

Fernando Chaves Cardoso

Olá, Fui aluno do Marilia na 7a serie e no 2o ano do 2 grau, se nao me engano em 1991. Grande Abraço

Flavio Ainbinder

Reynaldo, é bom demais ver que o Marília continua crescendo; que as raízes estão sólidas e que os frutos estão sendo cohidos a cada dia, com carinho e dedicação. Sinto saudades daquele tempo e em nome dele nos reunimos no último sábado na casa de Geórgia Vaz. Foi um sucesso. Entre ex-alunos, esposas, maridos e filhos éramos 40. Estamos combinando uma viagem de final de ano pois faremos Bodas de Prata de formados.Isto mesmo! Bodas de Prata! E queremos comemorar em grande estilo. Por isto contamos com a sua ajuda para localizarmos todos os formandos de 1980 a fim de que seja um sucesso total. Contamos com a presença dos professores e diretores no nosso grande encontro de final de ano!

Dorinha Cantarino.

hjhjh

gghg

Fui aluna do Marília Mattoso.Saí da escola em 1976. Aprendi muito com todos os meus professores e com o diretor da escola. Hoje sou professora. Atuo no ensino superior em cursos de formação de professores. Acabei de defender uma tese na Universidade Federal Fluminense e obtive sucesso. Minha atuação como docente tem como princípios a formação que tive na escola em que estudei durante 8 anos.Sinto saudades de todos. Gostaria de saber como estão meus colegas. Vivemos durante tanto tempo juntos e não temos mais notícias uns dos outros. A escola marcou minha história de vida. Muito obrigada.

Sandra Rebel

Oi, pessoal! Eu sou ex-aluna e gostaria de me cadastrar na seção onde anda você...... Meu nome é Mariana Garcia dos Santos me formei em 99. Um abraço a todos, Mariana

Mariana Garcia dos Santos

Fiquei muito feliz e emocionado ao ver a página do colégio onde passei uma das minhas fases mais felizes. Neste momento estou em Lisboa, Portugal e trabalho numa empresa de Telecomunicações como consultor. Beijos e abraços para todos os professores que me aturaram de 1986 a 1993, especialmente pra coordenadora Amália, não fui fácil.

Bruno Alexandre Teixeira de Sousa

hjhjh

gghg

Meu nome é Rachel da Silva Bueno e gostaria de fazer parte do cadastro de ex-alunos, já que estudei no Marília da 1º série até o 3º ano do antigo segundo grau.

Raquel da Silva Bueno

Com certeza grande parte da pessoa que sou hoje foi construída ao longo dos dez anos que estudei, cresci, senti e vivi nesta escola! Como professora universitária, me vejo muitas vezes como os professores-amigo que tive no nesta escola...me sinto tão próxima dos meus alunos quanto sentia meus professores próximos de mim entre os anos de 1978 à 1988. Tenho muito orgulho de ser uma das folhinhas dessa árvore tão vistosa e tão frutífera que é o Marília Mattoso. Tenho certeza, as pessoas que passam por lá se tornam adultos responsáveis, afetuosos e vitoriosos! Um grande abraço a todos (em especial à Amália)

Isabela Poli

Já mandei um e-mail mas estou mandando de novo. Sou Thais Schmidt. Estudei de 5ª a 3º ano aí. Terminei em 1996. Gostaria que colocassem meu e-mail lá na lista

Thais Duarte Schmidt

Ola! Quanto tempo! Estudei, acho eu (faz tanto tempo) da 3ª à 8ª série (ano? 1974 à 1979?) Gostaria de me cadastrar na seção "Onde anda você" do site do Marília. Adorei esta idéia. Um grande abraço,

Yoshie Nakamura

Reynaldo! Você não deve se lembrar de mim... Irmã do Sidney, Erik e Daphne. Estudei no Marilia de 1979 até 1987.... Fiquei muito feliz em ver a foto da minha turma no site, e adoraria saber onde estão os velhos amigos. Já tenho duas filhas, Monique e Michelle, e, como estamos morando na Urca, elas estudam no Colegio Santo Inacio. Grande abraço e parabéns pelo site!

Ida Breyer

Olá minha grande família chamada Marília Mattoso. É muito bom poder rever o lugar onde fui muito feliz um dia, e que guardo no meu coração para o resto de minha vida. Poder rever fotos de uma época que não sai da minha mente é muito gostoso. Matar saudades de um grande amigo que é o Reynaldo ou Seu Reynaldo como eu o chamava. Saudades de tantas pessoas que vieram na minha mente como, meus grandes amigos, Carlos Eduardo, Daniel Portugal, Jorge, Marcio Morse, Karina Kauati, Babi, Marcelo José, Marcus Blanc, Ricardo(Cadão),Serginho, outros que não posso deixar de citar como, Renata Cavalcanti, Abboudinho, Erika Grigorevisky, Viviane Braga, Hugo, Marquinhos, Carla Martins, Ana Beatriz, são tantas pessoas que tenho de pedir desculpas se deixei alguem de fora, mas tenham certeza que igualmente moram no meu coração. Os professores que foram marcantes na minha passagem pelo colégio, tais como, Antônio de Português que morava perto de minha casa e de vez em quando me dava carona, Amália também de português com que aprendi muito, Abboud de Ciências que se tornou um verdadeiro amigo, Gustavo de Matemática, Pimenta, Mauro Pfeil de história que é uma figura incrível, Todos que trabalhavam na cantina e na secretaria o pessoal da limpeza a quem eu sempre tive um carinho e um respeito muito grande, desculpem por não lembrar dos nomes é que já estou me tornando um senhor e a memória as vezes falha, risos. Sou muito grato a Deus por ter me proporcionado o privilégio de poder estudar neste colégio que se tornou uma verdadeira extenção da minha família. Deixo aqui registrado a minha saudade dessa época tão maravilhosa da minha vida que infelizmente não volta mais. Se alguém quiser entrar em contato comigo pode me mandar um e-mail ou ligar: 8811-2268. Um grande beijo no coração de todos.

Glaucon Fernandes Lopes

Olá, Marília! Gostaria de cadastrar o meu email na lista. Ainda moro em Brasília e perdi o contato de muitos amigos. Do Mattosinho ao 3º ano, muita saudade. Um grande abraço a todos

Daniela Mota Cassol

Nossa! Quanta saudade senti ao acessar a página do Marília Mattoso na internet... São dez anos no túnel do tempo!!! Me chamo Helaine Martins, estudei no MM da 1ª série (em 1987) até a 8ª série (em 1994), mas não cheguei a terminar o ano. O Reynaldo deve lembrar dessa história... Em agosto de 94, por problemas familiares, tive que sair da escola meio que "de repente". Hoje moro em Belém e nunca mais voltei a Niterói... Ah, mas as lembranças permanecem... Lembro que em 92/93 (eu acho) teve um concurso de redação. Acho que o nome era "Qem lê jornal, sabe mais", e eu estava concorrendo na categoria de 7ª e 8ª série (gente não me lembro direito!) e ganhei o concurso. Minha professora de português era a Ludmila, de quem não me esqueço (aqueles olhinhos puxadinhos!!)... Ela ficou muito feliz e dava muita força para eu ser jornalista, meu sonho desde criança. Então hoje, com muita alegria, digo a ela que sou uma pessoa realizada. Sou jornalista! Ihhh, são tantas lembranças boas... Professor Marcussi, que dizia que o que eu tinha de boa em português, tinha de ruim em matemática! E é uma grande verdade, até hoje! Bom, mas paro por aqui o meu registro. É que jornalista escreve demais... Muitas saudades de todos! Beijos

Helaine Martins

Oi! Gostaria de me cadastrar na lista de ex-alunos do Marília. Meu nome é Fernanda de Souza Valentim Andrade, sou filha da Maria Lucia, que trabalhou na secretaria. Estudei desde a alfa, em 1983, até o 3º ano do 2º grau, em 1994. Obrigada

Fernanda de Souza Valentim Andrade

Estudei no Marília só durante o 2º Grau, mas posso dizer com toda certeza, que foram os três melhores anos da minha adolescência (1989 - 1991), e com certeza estão entre os melhores da minha vida. Agradeço aos professores por tudo que nos ensinaram, apesar de que nem sempre a gente colaborava.... Às vezes sinto tanta saudade dessa época, que se pudesse voltaria no tempo só pra reviver esses anos tão especiais.

Erika Eckhardt 3º ano de 1991

Reynaldo, professores e colegas Hoje fui tomada por uma enorme emoção ao visitar o site do nosso tão querido colégio. Que maravilhosa idéia! Que saudade de todos... Que saudade de Niterói, pois há 8 anos moro (novamente) em Curitiba e nunca mais estive por aí. Quero deixar um grande abraço a todos. Se possível, envie por email aquela foto de 1987. Aquela eu não tenho e lá estou eu de vestidinho preto... Jamais esquecerei de vocês.

Fernanda Lúcia da Silva (3º ano de 1991)

Reynaldo e toda turma do CMM, um grande abraço. Parabéns pelo site! Para as pessoas que passaram praticamente toda a infância e adolescência no Marília, como eu e meus irmãos, é muito legal ter esse canal de recordações e lembranças. É emocionante ver os nomes das pessoas que fizeram parte da nossa vida e que nos passaram importantes lições que levaremos conosco para sempre. Gostaria de aproveitar um pouco do muito que aprendi no Marília para apresentar algumas sugestões para a parte de ex-alunos do site. Vocês poderiam recuperar as listas de chamadas das turmas antigas e colocar ano a ano no site junto com a lista dos professores. Certamente vocês ainda têm os diários das turmas antigas guardadas em algum lugar. Isso nos ajudaria a lembrar de todos os colegas que tivemos nesses anos. Dessa lista ano a ano, turma a turma, poderia sair uma lista geral onde cada ex-aluno atualizaria seus dados, dizendo onde está, o que esta fazendo e até incluir fotos que cada um tem dos tempos de colégio. Essa lista interativa que cada aluno atualizaria com seus dados seria um grande facilitador de reencontros e amizades. Tendo um espaço para cada um colocar o que está fazendo, onde está morando e quais são seus interesses atuais, a atualização em rede se daria pelos próprios ex-alunos. E o espaço de fotos antigas que cada ex-aluno colocaria seria um grande atrativo para visitas. Um grande abraço,

Erik da Cosa Breyer

Olá, Reynaldo!! É com imenso prazer que hoje venho a lhe escrever. Meu nome é Janaina Luiz Ricart, estudei aí desde o mattosinho (1981) até a 6ª serie quando acabei tendo que mudar de colégio, pois eu era muito arteira. Que saudades sinto do Marília Mattoso, principalmente dos professores: Teresa (SOE), Elza (SOE), tia Sandra, tia Ely, Amália (que sempre me dava broncas por causa da letra), Antonio, e tantos outros professores que me ajudaram a ser quem sou hoje. Me formei em jornalismo há 3 anos, fiz curso técnico de turismo e atualmente procuro emprego, como dou aula de catequese para algumas crianças que ajudam aí, resolvi então tentar reingresso em pedagogia, que é o meu sonho!!! Será muito bom se vocês pudessem me dar um trabalho aí no colégio. É isso aí, a vida continua e não posso deixar de agradecer a todos, principalmente a prof. Teresa (SOE), que sempre foi um anjo na minha vida. Amo vocês!!! Beijos e abraços a cada um.

Janaina Luiz Ricart

Adorei rever meu Marilia, tenho muitas lembranças boas. E muitas saudades também. dos professores, colegas. Nunca vou esquecer da prof. Ely, que me alfabetizou, prof. Dalva (qual é o pó?), prof. Walber que me levou a campeonatos de handball. lembro de muitos amigos: Verônica, Milena, Priscila, Lilian, Loretta entre tantos outros. O tempo passou, mudei para Curitiba, segui outro rumo... mas gosto desta lembrança boa. Amo vocês...

Juliana Fatiga

Achei muito bacana o site do Marília. Estudei aí há muito tempo, mas tenho lindas recordações! Entrei em 1973, na primeira série e só saí na quarta série (1976), pois minha família mudou de cidade, mas fiz muitos amigos que mantenho contato até hoje. Tenho saudades de vários professores e funcionários (Dona Déa, Pierina, Joselita, Dalva, Udenir, Odete, Teresa, filha de Dona Izabel da cantina, e muitos outros, além da inesquecível "Tia" Marília). Meus sobrinhos estudam aí hoje em dia e, às vezes, revelo aos mesmos minhas lembranças. Sou, atualmente, advogado militante e professor universitário. Fiz Mestrado e Doutorado e pretendo ingressar na carreira de magistratura. Nunca conseguir me esquecer de vocês. Carrego dentro de mim essa saudade ambígua: de um lado é maravilhosa, pois é repleta de boas recordações, de outro, é cruel, pois, como já sabemos, o que é bom dura pouco. Se eu fosse mágico queria voltar àquela tarde de março de 1973 onde, na rua Lara Vilela, adentrava pela primeira vez o velho prédio, sede do Marília. Hoje vejo como era feliz. Acho que mais do que merecia. Tive uma infância linda e parte dela devo a vocês. Tanta coisa mudou, mas essa semente permanecerá para sempre. Abraços sinceros e comovidos.

Raimundo Nonato G. S. Leite

Reynaldo, professores e colegas Hoje fui tomada por uma enorme emoção ao visitar o site do nosso tão querido colégio. Que maravilhosa idéia! Que saudade de todos... Que saudade de Niterói, pois há 8 anos moro (novamente) em Curitiba e nunca mais estive por aí. Quero deixar um grande abraço a todos. Se possível, envie por email aquela foto de 1987. Aquela eu não tenho e lá estou eu de vestidinho preto... Jamais esquecerei de vocês.

Fernanda Lúcia da Silva (3º ano de 1991)

Reynaldo, agradeço todos os dias por ter nascido em terras brasileiras, já que a única língua que consegue expressar o que sinto agora é a nossa....... Se eu repetisse mil vezes a palavra saudade, ainda assim não seria o suficiente pra dizer o que sinto agora... Tantos momentos... Tantas pessoas... Professores, funcionários, colegas, paqueras, enfim, o tempo é cruel pq não volta, mas ao mesmo tempo traz uma alegria por tudo que vivemos, que aprendemos e que podemos recordar...... Não consegui identificar no site minha turma, nem ninguém da minha época... Acho que vi minha mãe (aluna ainda) e já mandei um mail pra ela avisando... Aproveitei pra pedí-la fotos das minhas turmas na época que estive por aí, e se ela tiver faço questão de copiá-las pra que vocês possam incluir no site. Agradeci muito a ela por ter me proporcionado estes momentos, tanto aí quanto lá no Marista São José, onde vivi uma segunda etapa de aprendizados e o que escrevi pra ela reitero pra você... Obrigado por ter me proporcionado todos os momentos, bons e ruins nestes lugares... Com certeza, estes momentos todos foram e são responsáveis pelo que sou hoje, pelo que penso e acredito. De todas as imagens que tenho guardadas, uma que está sempre presente em minhas lembranças é da "vovó Marília" dizendo que eu era muito pequenininho pra receber o livro e que eu não devia saber ler ainda... Me lembro como se fosse ontem dela me pedindo pra ler em frente a todos um texto do livro que ela me entregava naquela cerimônia da festa do livro. É isso, muito obrigado por tudo que fez e faz por todos nós... É muito bom poder voltar ao Marília, seja pessoalmente ou virtualmente e encontrá-los sempre prontos a nos abraçar novamente e carinhosamente. Termino aqui, entre sorrisos, lágrimas, alguma melancolia, muitas saudades e milhões de lembranças... Gde abç,

Pablo

Nossa, estou adorando a nostalgia de ler sobre o Marilia! Que otima ideia esta do site, espero que mais ex-alunos escrevam pra gente manter contato. Eu, por exemplo, fiz amizades fortissimas e duradouras..Vinicius Valentim, Patricia Wood, Viviane Braga, Marquinhos,Itamar, Kauati, Erika Eckardt... so' pra nomear uns e adoraria rever Abboudinho, Erika, Christiano, Ana Gabriela, Angelica,Hugo, Luiz Arthur... Mauro, Paqueta... sera' que Antonio de portugues se lembra de mim? Foi ele quem comecou com o meu apelido-sobrenome: Queiroga! Ate' hoje, vc acredita? A quantidade de gente que conheci por causa disso.... enfim, se eu estivesse morando no Brasil meus filhos iriam estudar no Marilia. Proxima vez que eu der um pulinho no pais vou visitar vcs.

Queiroga

Reynaldo e todos do Marília, Nossa! Que idéia genial poder matar saudade do meu querido colégio através desse site! O Marília faz parte da minha vida e da minha família. Minha irmã estudou ai, depois eu e agora meus 2 sobrinhos (foi assim que descobri o site), tenho certeza de que um dia eles também terão tanto orgulho do colégio como eu e, com certeza, minha irmã temos até hoje. Sei que a base de tudo que aprendi na minha vida veio da mistura da moral e educação aprendida em casa e reforçada no Marília todos os dias. Estudei no Marília da alfabetização ao 3º ano (1977 à 1988), fiz parte da segunda turma que fez o segundo grau no colégio ( o que confesso foi uma barra, pois o pessoal que fez o segundo grau antes da minha turma, apesar de muito bagunceiros, eram nota 10 em tudo, quer dizer MB em tudo). É difícil dizer qualquer coisa, pelo que li nas mensagens deixadas por todos, parece que os sentimentos são parecidos, sinto saudades da blusa azul, das fotos da turma tiradas todos os anos, das bagunças (minha turma parecia que adorava ficar sem recreio, acho que era algo compulsivo), das aulas, dos professores dos amigos que fiz ai e que até hoje fazem parte da minha vida, das viagens ao Paiol Grande...Enfim saudades de tudo Melhor ainda é saber que tudo valeu a pena, hoje tenho uma base que vejo que muitas pessoas da minha idade não têm, devo muito disso ao Marília. Como todos tenho orgulho de dizer que estudei "a minha vida inteira" no Marília e pretendo deixar o Marília continuar fazendo parte dela, hoje com meus sobrinhos, e com certeza, no futuro, com meus filhos. Só me resta aqui agradecer, a todos do Marília que fizeram parte da minha vida...

Daniela de Fátima Machado de Oliveira

Reynaldo, professores, funcionários e amigos, Espero que lembrem de mim. Meu nome é Fabrícia e estudei no Marília de 1983 à 1994. Bateu uma saudade enorme quando vi os recados e as fotos de vários colegas que fizeram parte da minha história. Eu e meu irmão, Fábio Luis, passamos boa parte da nossa vida nessa escola e tudo que somos devemos aos nossos pais e ao Marília Mattoso. Tenho grandes recordações, tais como: O Seu Odorino, o funcionário mais temido de minha infância; o Seu Nélson, aquele senhor que limpava nossas bagunças; as idas ao Vale do Ipê e ao Paiol Grande; o hino nacional tocado toda segunda-feira e a "comilância"nas sextas-feiras; o italiano da cantina (da Lurdinha); as barras de ferro que ficavam no cantinho do pátio onde a gente ficava pendurada durante o recreio; os professores de matemática que eram o meu terror,Tia Dalva, Tia Joselina, Gustavo e Marcussi, o penúltimo me deixava de recuperação e o último era o mais bonzinho; a minha melhor amiga da infância Ana Carolina Fucks Anderson; as "visitas"à sala do Reynaldo (como eu chorava); as fichas de ocorrência; os churrascos no sítio do Caíto; E as notas MB, B, R, S, F, será que ainda é assim? E os professores Harvey, Mauro Pfeil, Paquetá, Edmilsom, Antônio, Aboud, Miguel, Kátia, Jeane, Valéria, Amália, Eliane, Udenir (Artes),Walber, ainda estão por aí? Lembro-me também do caminho que fazia do colégio até a Boa Viagem onde hoje não moro mais. Atualmente divido minha vida entre o campo e a cidade devido a minha profissão e a do meu marido, eu sou advogada e ele é agrônomo. Gostaria muito de saber de todos, de rever meu colégio e todos os ex-alunos por isso sugiro uma festa no Marília para os ex-alunos. Um abraço para todos,

Fabrícia Sodré de Araujo Fonseca

Fala Reynaldo! Aqui é um aluno, quase filho seu, que quer entrar nesse mural de ex alunos mas não sabe como!!!!! Agora é oficial!!! Em todas as ocasiões eu defendi a escola desde o primeiro período do Mattosinho na Lara Vilela! Primeiro porque eu ouvia minha familia defendendo, depois porque eu entendi o valor que essa família tem! Acabei de receber a notícia de que fui reclassificado na Uff e devo isso a vocês e a minha família. Aquele esforço extremo para me fazer estudar e largar as coisas que estavam me atrapalhando foi um pouco mais fraco que minha teimosia.... mas como minha formação no Marília vinha antes disso eu consegui. Me orgulho de dar um nome a mais para minha escola colocar como aprovado! Valeu pelo primeiro e segundo grau completos. Agradeço a todos os professores, funcionários e também ao Reynaldo!!! Qualquer dia "tamos ai"!!!

Vitor Cunha Monerat Solon de Pontes (3o ano - 2003)

Estudei no Marília de 90 a 94, da primeira a 5 serie. Sinto muita falta desse tempo, pois fui embora do Colégio para poder morar nos Estados Unidos onde eu permaneço ate hoje. Gostaria de mandar beijos para os professores, e principalmente para a prefessora Amália, que senti mais falta todos esses anos, porque sofro por não saber mais escrever corretamente o Português. E sempre penso: "tia" Amalia me mataria se escutasse ou lesse isso! Beijos!

Marcela de Rezende Barreyra

Amigo Reynaldo Você não imagina a alegria e satisfação que senti ao encontrar o site do colégio!!!!! Rever fotos da fantástica Marília, de quem só tenho boas lembranças foi emocionante. Jamais consegui esquecer a imagem da D. Marília passeando por entre as carteiras da casa da Fagundes Varella recitando a cola "-Todas as mulheres usam chapéu." (era um ditado de português e ela resolveu nos dar uma mãozinha para que não esquecessemos de acentuar a palavra, que naquela época recebia acento diferencial). Também está marcada na minha memória a Prof. Pierina, de matemática, que tanto influenciou nas minhas escolhas profissionais (ainda que tardias). Quisera eu ser tão bom professor quanto ela. Hoje, depois de haver conhecido o país inteiro atuando na área de informática da Caixa Econômica Federal, atuo como professor numa grande escola aqui de Florianópolis/SC (Colégio Catarinense), e estou concluindo a graduação em pedagogia. Os valores que tento transmitir em sala de aula são exatamente os mesmos semeados pelo Curso Marília Mattoso - amizade, respeito, seriedade, honestidade, alegria... Será que onseguiríamos reunir nossa turma para um jantar de confraternização? Onde andarão a Olga Matu de Souza? E o Silvio Eduardo? E os irmãos Carlos Cosme e Rogério Damião? A Denise, que foi da minha turma desde a 1ª série (filha de D. Cléia e do Sr. Humberto), estará feliz e com muitos filhos? Você ainda joga "queimado" com os alunos na hora do recreio? Com muita saudade e carinho,

Silvio Romero C. Fagundes

Queridos amigos do Marília Mattoso: Creio que a maioria de vocês já me conhece - fui até mencionada pelo meu saudoso colega Marcus Blanc como a "CDF RENATA" - mas devo me apresentar, pois lá se vão alguns anos desde a nossa formatura... Estudei no colégio durante toda a minha vida, até 1990, quando prestei vestibular para Direito, na UFF. Hoje, sou Promotora de Justiça e também faço Mestrado na UERJ - é, Marcus, continuo a mesma, sempre estudando! Estou muito feliz no exercício de minha profissão, onde tenho oportunidade de praticar, todos os dias, um pouco do aprendizado adquirido em nossa escola - não estou falando de Matemática ou Português ou Física, mas sim, dos princípios, da amizade, do respeito ao próximo, tão difíceis de se encontrar no mundo de hoje... Devo muito aos nossos professores (e por que não falar do nosso diretor, né?) e à convivência com os queridos colegas, em quem sempre penso. Como é natural cada um seguir o seu caminho, raramente nos encontramos - salvo quando temos a sorte de esbarrar com artistas como o Fábio Rogério cantando na noite... Portanto, deixo aqui registrado o meu e-mail, caso queiram dar notícias, e uma fotografia recente. Façam contato, estou com saudades!!! Um grande beijo,

Renata Neme Cavalcanti

Estudei no Marília no período de 1987 a 1999. Até hoje, sinto saudade absurda daquela época. Como muitos alunos, reclamava horrores e só pude dar o valor merecido depois que saí. Saiba que todos os funcionários e cada sala (acho que estudei em todas!!) estão permanentemente guardados num lugar muito especial, dentro do meu peito. Saudades, saudades, saudades. Beijos

Christiana Duran

Após ver num busdoor o site do Marília, acessei-o mais rápido possível para matar a curiosidade. Foi quando pude recordar os bons tempos vividos com todos vocês. Aquela turma de 1987, lembro muito bem. Fiz muitas amizades no período que estudei no Marília (1979-1988). A turma de 87 foi demais, quem não lembra do sapão limpador de tetos, Eduardo Fortes; do Galak Marcelo; Paulinho da Naval, Fabio Rogério e o famoso Capitão Caverna, Cristiano Barros, grandes amigos, não posso esquecer do Fabio Luis, Fabio Cechetti; Glaucio, Manoel do Amazonas, Carla Martins, Carla Rocha, Ida, Melissa, Patricia, Reinaldo, Marcinho do Ingá, Rodrigo, Renato, Cristinha, xixi, Marina Checceti, Babi, Erika, Aboudinho, Glauco, Vera, Ricardo, a cdf da turma Renata, quem não lembra ? Os professores Antonio, Gustavo, Geane, Roberto, Pimenta, Aboud, Reynaldo, adorava jogar queimado, eih ! Professor Mauro Pfeil, conhecido como Gonçalves e outros tantos que viveram essa época. A foto no site é classica, e foi um dia especial, pois foi programado muito bem aquela comemoração, onde após a missa fomos ao Porcão jantar. Aprendi muito com a escola e os ensinamentos. Hoje estou na UERJ/FFP terminando o curso de História, e espero um dia passar os conhecimentos adquiridos para os alunos, se for no Marília, será com grande prazer. Saudades de todos, bejios a todos,

Marcus Blanc

Olá! Na ânsia de matar a saudade, procurei vocês e fiquei muito surpresa ao encontrar não só um site como um espaço dedicado aos antigos alunos. Estudei no Marília da quinta a sétima série, dos anos 1993 a 1995, ano em que mudei para Balneário Camboriú, SC, onde estou até hoje. Tenho muita saudade de Niterói. Estou feliz em rever, mesmo que por internet, as instalações deste colégio e por reavivar a lembrança carinhosa dos amigos e professores que tive aí! Principalmente as professoras Ludmila e Amália, que muito contribuiram para minha formação. E da minha turma: Carolina (morávamos no mesmo prédio), Rosana, Adélia, Isabela, Natalia (minha grande amiga, única com quem mantenho contato)...

Ana Carolini Fidelis Agostini

Olá, meu nome é Alexandre Thomaz Harrison, estudei nesta instituição de 1986 até 1991, foram bons anos... Talvez eu tenha sido o pior aluno desta escola, não em notas, mas em comportamento... eu era um capeta. Gostaria de agradecer a professora Biatriz de Língua Portuguesa e ao diretor Reynaldo, pois hoje eu também sou um professor... é, aqui se faz aqui se paga. Abraços.

Gostaria de deixar aqui minha declaração sobre o que significou o Marila Mattoso na minha vida pessoal e profissional. No trabalho quando sou chamado: "- Marco, escreva esta carta para o cliente tal pois só você sabe fazê-lo com o português correto." A primeira coisa que penso são nas intermináveis aulas de português no Marilia. Das cobranças pesadissimas nas redações. Mas valeu a pena. Daí as pessoas perguntam: "- Onde voce estudou?" Eu encho o peito e digo : "- No Marilia Mattoso." E eles retrucam "- Onde?" "- No colégio onde construi a fundação do meu conhecimento, as paredes do meu carater e onde eu conheci pessoas que estao ao meu lado há quase 20 anos e que posso chamar realmente de Amigos." Sou grato aos profissionais deste maravilhoso lugar que tanto sinto falta, pela paciencia e pelo profissionalismo com que desempenharam a tarefa de educadores. Gostaria que meu e-mail fosse para relação dos demais, para que todos ex-alunos que queiram ter notícias minhas saibam como me achar. Sem mais pelo momento

Marco A. Kobayashi (3ª ano de 1995)

Olá galera do MM! Estou com muitas saudades. Cursei da 5a. a 8a. no período de 90.Fiz parte do time de handball, com o professor Walber, quantas saudades deste tempo!!! Fui morar em Teresópolis, onde permaneci durante 9 anos, mas agora estou de volta e adorei visitar o site, e saber da possibilidade de um encontro com os antigos alunos. Grande parte do que sou hoje, agradeço aos ensinamentos de nosso grande mestre Reinaldo e de seus professores. Um grande beijo pro tio Rei, professores: Walber, Valéria, Amália, Ludmila, Marcussi, Miguel, Aboud e todo corpo docente.

Raquel Muniz da Fonseca

Caros amigos, fiquei muito feliz em reparar que a cada dia mais se ouve falar sobre nosso Marília Mattoso. Agora então, vemos até outdoors e anúncios de jornal, provavelmente essa é uma idéia do Cadão já que Reynaldo nunca gostou de propaganda!!! Pessoal, faltou apenas um espaço para os ex-alunos... e não são poucos e saudosos... Cadão, essa bola é sua também. Agradeço agora de longe - estou morando em São Paulo - o aprendizado e a educação adquirida nos 13 anos de convívio diário com alunos e professores que foram fundamentais na minha formação. Abçs a todos,

Carlos Nicolau

Que felicidade navegar navegar no site do Marília e estar escrevendo esta mensagem agora. Faz voltar anos e momentos maravilhosos da minha vida. Como o Marília está lindo!!! Reynaldo, será que você lembra de mim? Pelas minhas contas estudei aí da 2ª a 8ª séries (acabei em 80, acho eu), com a sensação de que era o jeito, pois o colégio não tinha o 1º ano. Logo depois eu me mudei para Maceió onde estou até hoje. Foram tantos anos ouvindo os mesmos nomes que durante muito tempo sabia a chamada de cor e na ordem! Lembro do rosto de cada um... Onde será que vocês estão? Acho a idéia de um encontro maravilhosa. Beijos,

Luisa Maria Costa Cunha

Fiquei super feliz em descobrir este site, está super bacana!!!!!! Parabéns!!!!!!! Adorei a idéia da festa dos ex-alunos!!!!!! Estudei no Marília apenas no segundo grau, mas foi o suficiente para formar laços afetivos com todos (alunos, professores, funcionários). Muitos beijos para todos !!!!!!!!

Marcia de Souza Fernandes Marcia de Souza Fernandes

Nossa, quanta emoção! Ao entrar no site do Marília, pude ter a exata noção do que ele significou pra mim. Sinto saudade dos professores, amigos e do nosso "eterno" diretor Reynaldo (embora a gente se encontre de vez em quando nos corredores na Fundação Municipal de Educação de Niterói pois agora sou mais do que uma ex aluna, sou sua colega de profissão.) Hoje, procuro ter com os meus alunos a mesma relação que tive com os meus professores do Marília, uma relação baseada no diálogo e respeito às individualidades. No ano que vem, meus dois filhos,Pedro (6 anos) e Eduardo (2 anos ) irão estudar no Marília Mattoso, comprovando que uma escola de qualidade permanece ao longo das gerações. Um abraço a todos,

Caroline Fernandes

Caro amigo Reynaldo e toda família Marília Mattoso, Gostaria de parabenizar o sítio (ou "site"...) da escola e dizer (mais uma vez) que sou muito grato à família Marília Mattoso. Grato não só pela educação de alta qualidade que recebi de todos os professores desde o Mattosinho, mas também pela formação psicológica que tive nessa escola. Hoje em dia, no canibalismo profissional, observo que poucas pessoas têm uma noção do que significa o respeito. Foi nessa escola que eu aprendi que isso é um atributo básico e primordial na vida das pessoas. Respeitar os mais velhos, os bons profissionais, a família, os amigos, enfim respeito é bom e todo mundo gosta!!! Mais uma vez eu agradeço às aulas de civilidade, mais do que tudo, que recebi dos profissionais dessa instituição, e aproveito para citar um verso interessante de Shakespere que recebi esses dias.....está em inglês mas a tradução é simples: "People may not remember what you said or what you did, but they will always remember how you made them feel!" Abraços a todos

Luiz Heitor Drehmer

Adorei ver a página da escola, está linda! Tenho muitas saudades dos tempos que passei por aí... 13 anos... é uma vida, não? Parece que foi ontem... lembro exatamente do meu primeiro dia de Marília Mattoso... tia Eliane... hehehe... já tem tempo... hoje, a criançada é que me chama de tia... estou ensinando Inglês! O Marília Mattoso sem dúvida, foi minha segunda casa. Agradeço de coração a todas as pessoas que de alguma maneira estiveram envolvidas com o meu aprendizado e me ensinaram a ser gente. Saudades de todos ai! Beijos no coração! Com carinho,

Luciana Soneghetti Trouche

Olá, Reynaldo. Espero que ainda se lembre de mim pelo nome: Luís Fábio Lopes Paiva. fui aluno daí por longos 11 anos de minha vida e formação educacional. Estou escrevendo para lhe parabenizar pelo bom trabalho feito na fachada da escola e pelo site, cuja existencia só fiquei sabendo hoje. Quero que saiba que eternamente ficarei grato a esta escola e a toda equipe do Marília Mattoso por tudo que fizeram por mim, e que se precisar, estou às ordens. Um grande abraço do amigo,

"mosca de padaria"! Luís Fábio Lopes Paiva (3ºano - 1996)

Para Reynaldo e Ricardo Foi com muita alegria que naveguei na página do colégio, atestei a veracidade das propostas filosóficas e educacionais, e reconheci o amigo Reynaldo em textos e palavras. Lá estava ele, firme como quem conhece, e seguro como quem sabe que não é bem assim. O amigo que na hora certa me ajudou a ver que, a certeza e a dúvida andavam comigo. Uma em cada bolso. Aí, senti saudades do Mito, da eminência que pairava sobre nós, do ícone da realização que identificava-nos colegas de ideal, da "Dona" do nome que ostentávamos no peito. Senti saudade da nobreza de D. Marília, o símbolo da tradição. Não me entristeci ao saber que ela terminou seu trabalho aqui, mas frustrei-me quando não consegui encontrar uma imagenzinha sequer, para auxiliar a que trago na memória por eterna gratidão, dela que nos trouxe orgulho e educação. Segue aqui minha sugestão. A figura de D. Marília fala mais que a palavra "Tradição". Achem uma pequenina foto que sirva de selo, marca d'água. Um brazão. Eu penso que o currículo da professora não representa o que ela é para todos nós.

Jonas

Queridos amigos do Colégio Marília Mattoso, A saudade é imensa, afinal foram 14 anos com vocês. Sou muito grata por todo conhecimento, carinho e amizade que obtive de todos, principalmente quando me acidentei. Jamais esquecerei o apoio dos professores, funcionários e princiapalmente do nosso diretor no momento mais difícil da minha vida. Hoje em meio as dificuldades procuro me lembrar dos maravilhosos anos em que estivemos juntos. Ao ver a página e as mensagens nela contidas não pude evitar as lágrimas que teimavam em correr pelo meu rosto. Lembro o quão brava ficava em acordar cedo para estudar mas hoje quando vejo as crianças uniformizadas na rua sinto vontade de estar no lugar delas. Quem sabe só mais uma vez acordar, vestir aquela blusa azul, ir para escola, o professor falando que a prova vai ser díficil, os amigos combinando o churrasco... Obrigada por terem me proporcionado uma infancia feliz e uma adolescência repelta de momentos alegres.Graças a vocês sou uma advogada que continua estudando para realizar o sonho de ser juíza. Milhões de beijos!

Luciana da Silva Viana (1980-1994

Prezados amigos do Marília Mattoso, É com muita felicidade que vejo a grande iniciativa de um site de nosso colégio. Assim podemos matar um pouco da saudade da época que talvez tenha sido a melhor de nossas vidas. Com ele podemos acompanhar os acontecimentos, entrar em contato com amigos que há muito não falávamos etc... Aproveito a oportunidade para pedir que meu e-mail seja anexado na lista dos ex-alunos: roquemf@bol.com.br Saudosos abraços a todos os professores e funcionários!

Roque de Mello Ferreira (3ºano 1993)

Queridos professores, funcionários e amigos, Esta página do colégio é motivo de orgulho e saudade para todos nós ex-alunos(prefiro dizer sempre alunos. Gostaria de cadastrar meu e-mail, pois assim estou um pouco mais perto de minha 2ª família que é o Colégio Marília Mattoso. Um abraço a todos

André Jung Torbey (Merreca) 3º ano - 1994

Queridos Mestres e Amigos, é com bastante alegria no meu coração que escrevo esta mensagem para todos desta instituição. Realmente foram ótimos e proveitáveis anos que passei neste colégio. Com certeza comigo estão marcas que deixei: nos boletins com minhas notas vermelhas, nos amigos que fiz e que continuam ao meu lado até hoje, na maior parte de minha vida escolar, e também nas tristezas que colhi. Uma delas eu carrego até hoje com muito pesar no meu peito, que foi tê-los deixado mais cedo, pois com minhas notas não aguentei a 8ª série, né Edmilson??? ( Geografia ). Não sei por onde andam todos daquele tempo mas com certeza, como passaram pelo mesmo colégio que eu, devem estar muito bem. Eu sempre disse para todos os meu amigos que nós quando passamos pelo Marília Mattoso não formamos apenas novos amigo, mas sim, também, novos laços familiares. As amizades eram, e devem continuar sendo, tão fortes com nossos professores e amigos que ainda sonho com o tempo que estudei no Marília Mattoso. Era bom acordar cedo e ir para a minha outra casa onde eu, ainda, aprendia muito mais coisas que venho a usar na minha vida profissional e pessoal, junto a outros com o mesmo desejo. Quem pode esquecer os momentos em que passou junto no Paiol Grande com essa Família? Lágrimas de despedida na 8ª série, já que não mais retornariamos. As aulas de Educação Física com Walber, depois DIRETO pra sala empurrado por Antônio e Cia para assistir minhas aulas de Geografia com Edmilson, num breve "recreio", aquelas conversas com todos meus amigos. Ainda tinham as aulas de Português com Katia, Beatriz e Geane... que saudade... de vez em quando eu tinha o prezer de visitar Amália e Valéria na Coordenação, mas era só visita, coisa rotineira... = ) Ainda tenho guardadas muitas "Fichas de Ocorrência" por causa disso!!! Eu podia ficar aqui escrevendo cada momento que vem a minha cabeça, já que não consigo esquecer de nada que passei por ai, mas como não dá, paro por aki... Um abraço ENORME nessa gente maravilhosa que me acompanhou durante os melhores 7 anos vida: Reynaldo, Amália, ValériaS ( a da coordenação e a professora ), Katia, Miguel, Beatriz, Walber, Márcia, Bebeto, Carlinhos, Geane ( minha grande mãe ai dentro ), Edmilson, Marcussi ( como eu iria esquecer essa peça? ), Marcus ( que me deu aula de história ), Arli, Pinheiro e Lurdinha que continuam enchendo a barriga de todos... Espero revê-los tão breve possível... e me perdoem aqueles que não comentei... mas assim, da mesmo forma ainda estão no meu coração... De quem sente muitas saudades,

Victor Lopes Rodrigues (Aluno 1989-1996)

Caro Reynaldo, Meu irmão Danilo me passou um e-mail hoje sobre site do colégio. Eu tive o prazer de visita-lo e ler sobre ideia de reunir ex-alunos. Seria um grande evento no qual eu teria muito orgulho em participar. Visitando o site do colégio me trouxe grandes lembranças de todos os anos que passei na escola. As excurssões ao Paiol Grande. Ter sido parte de uma das primeiras classes de pre-vestibular (que por sinal teve muito sucesso), eramos um grupo muito unido e seria um prazer revê-los. Todos os campeonatos de esportes internos e intercolegiais; enfim, o número de lembranças são tantos dos 14 anos que passei na escola, desde o jardim de infancia ate o pre-vestibular que fica dificil de lembrar. Reynaldo nos últimos anos que fui visitar o Brasil, eu nao passei pela escola como fiz algumas outras vezes, mas esse final de ano incluirei o Marilia como uma das minhas paradas obrigatórias. Será um prazer revê-lo e a escola que passei a maior parte da minha vida estudando. Uma escola que me preparou muito bem tanto a nível acadêmico como de vida. Grandes abraços do seu ex-aluno,

Rafael Lemos Bezerra

Olá, sou ex-aluna do colégio e gostaria de cadastrar o meu email no site para que meus colegas me encontrem, já que não vivo mais em Niterói....

Juliana Mota Cassol Juliana Mota Cassol

Não sei ao certo o ano que ingressei no Marília, mas foram anos ( do Mattosinho à 8ª série) inesquecíveis, com boas recordações e amizades que duram até hoje o que torna o tempo de colégio presente em minha vida.

Mônica Machado

Caro Reynaldo, Em um momento de saudade do passado, em que recordamos pessoas que marcaram nossas vidas, não poderia deixar de pensar na minha "família" Marília Mattoso. Foi em um desses momentos que resolvi procurar na rede internet por vocês e, com grande surpresa encontrei o site do colégio. É um prazer poder recordar este momento inesquecível da minha vida e agradeço o espaço reservado para os ex-alunos pois tenho certeza que muitos outros possuem lembranças maravilhosas do colégio. Tive muita sorte de poder fazer parte da "família" Marília Mattoso, em um tempo onde a maioria dos colégios cumpriam seu objetivo básico de ensinar, o Marília Mattoso ultrapassava esse objetivo e nos educava também com valores para que pudéssemos nos tornar pessoas dignas e principalmente felizes, coisa tão importantes como o ensinamento neste mundo de tantas disputas. Agradeço por você ter se preocupado com o verdadeiro sentido da palavra "educação" e vejo hoje a grande responsabilidade que isso acarreta. Por outros institutos de educação que passei e onde a prioridade é um número máximo de alunos, e o ensino apenas uma conseqüência do o que o professor escreve no quadro, você mostrou um diferencial que tenho certeza que ainda existe no instituto, a formação da pessoa com ensino, educação e valores. Possuo duas fotos desse momento do passado que recordo com tanta felicidade, em uma delas, você esta presente (como em todos os momentos). Caso queira, fique a vontade para colocar no "Túnel do Tempo". Aproveito a oportunidade para pedir que meu e-mail seja anexado na lista dos ex-alunos, talvez alguém lembre do meu nome. Um abraço Reynaldo e, uma vez mais, muito obrigado pelo magnífico trabalho que você têm feito.

Georges Henri Costani

Escrevo isso um dia depois de ter ido no Marília. É incrível o poder de "Túnel do Tempo" que aquele local tem. Veio claro na mente o 1° dia de aula, o último e várias coisas que aconteceram naquele pátio, boas e ruins. Eu era um dos que reclamavam muito da escola, junto com a maioria dos alunos. O clima "família gigante" que existia não condizia com os adolescentes que éramos, alguns contestadores, outros não satisfeitos com a maneira que o mundo se apresentava naquele momento de descoberta. E ter um diretor que sabe o seu nome, sua história e te dá bronca sabendo do que está falando não era uma coisa muito agradável na época. Mas como dizem os sábios, nós só damos valor as coisas quando as perdemos. É verdade, conheço algumas pessoas que ainda tem a mesma cabeça, que só lembram da época de escola como um pesadelo sem fim, mas pra mim e pra muitas outras é diferente, porque entrar ali é como entrar em outro mundo. Não importa quantos anos se passaram, as pessoas ainda lembram de você, sabem seu nome e te recebem com um sorriso. E isso é algo raro, muito raro nos dias de hoje. Não existe impessoalidade ao passar por aqueles portões, parece que nunca deixamos de estudar lá. Algo muito diferente do mundo em que vivemos hoje, seja na faculdade ou no trabalho, onde alguns professores mal lembram a matéria que estão dando, quanto mais seu nome, e seu chefe te trata como ninguém, só uma máquina de trabalho. Agradeço a todos - Reynaldo, ao pessoal da coodernação, professores, inspetores e funcionários e um agradecimento especial ao nosso professor Antônio. Seus ensinamentos de Português e Redação ainda me ajudam muito a passar tranquilamente por todos os trabalhos e provas na ESPM. Um grande abraço.

Alex Damaceno (3° ano 1999)

Oi pessoal!! mandei algumas fotos e estou mandando o meu e-mail também: alessandra_abramo@hotmail.com (alessandra_abramo) estou querendo entrar em contato com todos vocês... pode repassar o meu e-mail para todos que estou ansiosa para responder e saber como todos estão.... beijos e estou com muitas saudades...

Ass: Alessandra Abramo ( Lelê) Ass: Alessandra Abramo ( Lelê)

Gostaria de agradecer a Reynaldo, professores, inspetores e a todos os funcionários pelos maravilhosos anos que passei no Marília. O churrasco foi muito legal!!! Deu pra relembrar os velhos tempos e rever os amigos mais distantes... Mauro, Edmilson, foi 10 o churrasco!!! Aguardo a data da festa!!!!! Um grande beijo para todos!!!!

Lilian Pontes (Maternal ao 3º de 1999)

Reynaldo, Foi com grande alegria que recebi o e-mail do seu sobrinho e meu grande amigo Sandro Rebel, me informando do site do Marília. Espero visitar mais vezes o site e relembrar dos tempos maravilhosos que vivi neste casa, durante minha infância e adolescência. A respeito do encontro dos ex-alunos, por favor me informe, pois gostaria muito de participar. Espero que minha filha, Maysa (nove meses) um dia possa estudar numa escola tão maravilhosa como o Marília Mattoso. Um grande abraço do amigo e ex-aluno,

Roberto Guimarães Ventura

Parabéns pelo site! É, sem dúvida, uma grande oportunidade de lembrarmos e compartilharmos uma ótima fase das nossas vidas. Pelos meus cálculos, frequentei o Marília Mattoso de 1976 à 1987 (da alfabetização ao 3º ano). Com muito orgulho, em 1985, participei da primeira turma do Ensino Médio do Marília Mattoso. Foi, com certeza, mais uma das várias histórias de sucesso obtidas pelo Colégio. Contatos por parte de ex-alunos e professores são muito bem vindos

Sandro Rebel Los Angeles, CA

Sou o Manoel Henrique Guedes de Oliveira ( Dão ) da primeira turma de 1º, 2º e 3º anos do segundo grau, 1985 a 1987, carinhosamente apelidada à época de Tribo. Gostaria de deixar meu contato para ex-colegas e ex-professores. O professor de português Antonio continua por aí? abraços,

Manoel

Oi, adorei poder rever meu colégio na Internet, pena que não consigo abrir a página de ex-alunos. Estudei da alfa até a oitava, pois não tinha o segundo ano. Sai em 83. Tenho muitas saudades e boas lembranças.Gostaria de tentar marcar um encontro com ex-alunos,que tal?

Gisele Steele

Um Hola desde Uruguay, Oi, Sou Ana Cristina. Estou vivendo no Uruguay desde 1999, assim que anote esse país no mapa de visitas a sua página. Estudei praticamente minha vida no Marilia e tenho muitas lembranças felizes destes tempos... Sandro Rebel me mandou o Link de vocês. Bom ver que o colégio tá lindo e segue cheio de energia. Mando um beijo para o Reynaldo e aqueles que ainda seguem aí. Parabéns pelo sucesso.

Ana Cristina de Almeida Carvalho

Querido Reynaldo e Cia. Vocês não imaginam o prazer que foi para mim receber o e-mail do Sandro falando do site do Marília. Tive o enorme prazer de conviver e aprender com vcs da alfabetização ao 3º ano (fazendo parte daquela primeira turma de segundo grau). Se hoje vencemos na vida devemos em grande parte ao suor, à paciência, a dedicação e ao carinho de vcs com a gente. Um forte abraço.

Renato Faro (1976-1987)